Compartilhar Notícia

Aygo atual, vendido na Europa, conta com uma motorização de 1.0 litros e 69 cv.

A próxima geração do Toyota Aygo pode vir a ser "oferecida" apenas com um propulsor elétrico.

O Aygo que está no mercado é uma espécie de "irmão" do Peugeot 108 e do Citroen C1, que partilham a maioria dos componentes entre si, mas esta "família" pode estar prestes a ser desfeita. A Toyota pretende seguir um caminho diferente e ao que tudo indica irá adoptar um motor eléctrico para chegar aos clientes citadinos.

E para cumprir este objectivo, o Aygo é o candidato perfeito, como explicou o Presidente da Toyota Europa e Chefe Executivo Johan van Zyl: "Nós já temos alguns veículos eléctricos em testes pela Europa, de pequena autonomia, para uso na cidade. Por isso acho que no futuro, se olharmos para o espectro de tecnologias que oferecemos, os veículos eléctricos vão fazer parte dele".

Já Gerald Kidman, director de pesquisa e desenvolvimento da Toyota Europa, foi ainda mais longe e confirmou mesmo que a marca nipónica está a trabalhar num Aygo eléctrico.

"Tendo em conta o ‘timing’, quando fizer sentido é algo que temos que avaliar, para que pessoas normais o possam pagar. Estamos a ser cuidadosos com isso, mas sim, estamos a desenvolvê-lo", afirmou.

Recorde-se que o Aygo atual conta com uma motorização de 1.0 litros e 69 cv. A Toyota "reclama" um consumo na ordem dos 4,1 l/100 km, num veículo que tem na eficiência o seu principal trunfo, pelo que a sua "electrificação" faz todo o sentido.

Publicada em 17/10/2016 - 16:33

Dezembro/2015